Diferença entre impressoras jato de tinta, laser, matricial e térmica

Impressora jato de tinta HP 1460, uma das mais populares do mercado.

 

Já existiram, e ainda existem, muitos tipos de impressora, cada uma com características próprias, que priorizam desde o baixo custo de aquisição e manutenção até a qualidade máxima de impressão. A escolha de uma impressora deve ser feita a partir da ponderação acerca de sua utilização, ou seja, antes de comprar uma impressora, é importante saber qual é o modelo mais adequado para atender às necessidades.

As impressora mais conhecidas são as de jato de tinta, laser, matricial e a térmica. Existem outras que utilizam tecnologias específicas, normalmente utilizadas em indústrias ou empresas que trabalham com impressão para divulgação visual, por exemplo. Para os usuários domésticos e para a maioria das empresas, é recomendável a utilização de um destes quatro modelos citados, pois além de atender às necessidades do dia-a-dia, possuem um preço acessível, menos a térmica, cuja utilização é um pouco específica.

Qual a diferença entre impressoras jato de tinta, laser, matricial e térmica?

Impressoras de jato de tinta – essas são as mais conhecidas e utilizadas, além de serem as mais baratas também. As impressoras jato de tinta, como o próprio nome sugere, realiza a impressão através do gotejamento de pequenas gotículas de tinta. A tinta é despejada através da cabeça de impressão, também chamada de cabeçote, que possui pequenos orifícios por onde a tinta passa.

A tinta utilizada nas impressoras de jato de tinta provém de cartuchos que armazenam a tinta em forma líquida. A maioria das impressoras de jato de tinta possui dois cartuchos, um com apenas tinta preta, e outro para impressões coloridas, contendo as cores ciano, amarelo e magenta. A combinação destas três cores resulta em diversas outras.

A vantagem em utilizar uma impressora jato de tinta é que ela é capaz de imprimir em praticamente qualquer tipo de papel. Os cartuchos das impressoras a jato são muito mais baratos do que o toner utilizado em impressoras a laser. Este tipo de impressora é muito recomendado para impressões coloridas e de imagens. No entanto, deve-se ter cuidado para que o papel impresso não entre em contato com água, pois a tinta poderá dissolver e borrar todo o papel.

Impressoras a laser – estas não utilizam tinta líquida, como acontece com as de jato de tinta. A impressão é feita através de raios laser. Este tipo de impressão utiliza um tambor, ou cilindro, que é atingido pelo laser e tem em sua superfície formada a estrutura a ser impressa, seja um texto ou imagem. Em seguida, a carga eletrostática criada no tambor, pelo laser, atrai o pó (toner). Logo após, este tambor já com o toner em sua superfície entra em contato com o papel. Nesta etapa há um grande aumento de temperatura que faz com que a tinta que estava no tambor seja fixada permanentemente no papel.

As impressões a laser são recomendadas para desenhos gráficos e textos, existindo as que imprimem em cores ou somente preto e branco. Tanto o preço da impressora quanto do toner são bastante altos se comparados à impressora jato de tinta e ao  seu cartucho. Por outro lado, é possível imprimir muito mais páginas com um toner do que com um cartucho. Um ponto positivo neste tipo de impressão é que ela não borra com a água, coisa que acontece com as impressões a jato.

Impressora matricial - essas têm o menor custo por impressão. Elas utilizam uma fita impregnada com tinta. A impressão é feita quando o cabeçote, contendo várias agulhas, pressiona a fita contra o papel. Quando a agulha atinge a fita e o papel, este é marcado com um pequeno ponto. Com o movimento feito pela cabeça de impressão, para esquerda e para a direita, milhares de pontos são impressos e dão origem às letras.

Além de a fita ser muito barata e poder ser utilizada por bastante tempo, o papel utilizado neste tipo de impressora também é bem barato. O papel utilizado em impressora matricial é o papel continuo, aquele que possui guias (furos) nas laterais. Mas também é possível imprimir em outros tipos de papel, como o A4, por exemplo.

Este tipo de impressora é muito utilizado em lojas, para imprimir orçamentos.

Impressora térmica – essa tecnologia não costuma ser utilizada por usuários domésticos. Atualmente pode ser encontrada em impressoras de cupom fiscal ou em terminais bancários, para a impressão de extrato, por exemplo. A impressão térmica é feita através do aquecimento do papel pela da cabeça de impressão.

Este tipo de impressão é bastante rápido e silencioso, mas deixa a desejar quando o assunto é durabilidade da impressão. Se conservado sob condições adequadas, o papel térmico pode durar até cinco anos. Mas caso seja exposto a calor excessivo, luz solar, luz fluorescente ou alguns produtos químicos, os dados impressos são perdidos em pouco tempo.

Sabendo um pouco mais sobre cada tipo de impressora, é possível chegar à conclusão sobre qual é a mais indicada em determinada ocasião.